terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Regresso

Confesso que fui uma desertora! Quando o facebook apareceu, fui logo atrás dele como uma maria-vai-com-as-outras. Agora que o encanto desapareceu, decidi voltar. Este regresso trouxe-me memórias. Memórias dum passado por vezes divertido, outras vezes cansativo e amargo mas não posso queixar-me. No geral, o meu percurso pelo mundo dos blogs até foi positivo. Fiz alguns amigos mas outros, duraram o tempo que tinham para durar. Acho que a vida é assim mesmo. Um conjunto de encontros e desencontros, porque as pessoas aparecem no momento certo e vão embora quando assim tem de ser. Como um cometa que deixa a sua marca a percorrer o céu por onde passa, as pessoas que entram na nossa vida deixam o seu rastro. Uns mais marcantes do que outros, é certo mas todos fundamentais para preencher as linhas do nosso livro da vida.


Tudo o que há dentro de mim tende a voltar a ser tudo. - Álvaro de Campos

16 comentários:

  1. Olá! Esta coisa dos recomeços foi o que me levou a voltar a estudar :). Ando fugida por causa dos examesmas não sou nenhum cometa... Depois de quinta estou mais livre e vou aparecer mais porque tenho saudades das nossas conversas. Beijo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Vida é feita de recomeços Papoila! Cada um precisa de recomeçar a partir do ponto que acha fundamental. Aparece sim e vai actualizando o blog mais vezes porque tens sempre muitas coisas para contar ;)
      Beijos

      Eliminar
  2. Sentimental.... a mim não foi o Facebook que me tirou dos blogs mas a minha vida agitada me tirou de tudo.... 2 filhos em idade escolar não tem sido nada fácil. Ainda mais quando um tem défice de atenção... 😘

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai tem dias assim. Até um coração de gelo derrete de vez em quando (basta ver um jeitoso à frente ahahaha).
      Sim, a vida familiar é muito atarefada e o défice de atenção consome muito mais tempo de atenção aos pais, do que uma criança normalmente já o faz. Por outro lado é um desafio superar as dificuldades porque cada etapa ultrapassada é uma pequena vitória não é?

      Eliminar
  3. Aderi muito tarde ao FB e foi mais pela "pressão" ( no bom sentido) de um ou outro projecto que apareceu, e que a única forma de o seguir é pelo Face. Por exemplo, 'Pedro On The Road' de um jovem autor de um blogue que sigo há muitos anos.
    Por lá (no FB) tenho amigos de longa data, ex-colegas de trabalho, familiares e autores de blogues que gosto e acompanho.
    Não sou muito activo no FB e vou apagando as coisas mais antigas. Coloco links para o meu blogue (claro) e para uma ou outra noticia/blogue que me chama mais a atenção.
    Penso que o FB tirou uma boa parte ao "movimento" dos blogues, mas continuo a dizer que são coisas totalmente diferentes e que prefiro de longe dispensar mais tempo (dentro do possível) aos blogues.
    Costumo dizer que o FB é o "Fast(face) Food" da net. As pessoas gostam muito das fotografias, de coleccionar "amigos", de colocar 'Gosto' muitas das vezes sem lerem o que está lá ou o link para onde é dirigido. :)))))))).
    E assim vamos indo :) ;) num mundo de "modas". Foi o mirc, as salas de chat, o hotmail, messenger, o skype...Enfim, noutros tempos eram as cartas/correspondentes, os postais ilustrados.



    A Vida é mudança.

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade AFlores. Demorei a aderir ao FB porque achava que seria mais um hi5 onde as pessoas colocavam as fotos. Depois quando aderi, vi que era muito mais que isso e como as pessoas fugiram para lá, eu também parti de malas e bagagens. No entanto, o FB não tem o mesmo encanto que os blogues têm. É tudo muito rápido e arranjamos "amigos" a torto e a direito só para termos vizinhos que joguem os nossos jogos. Agora que cansei-me daquilo resolvi voltar. Não sei por quanto tempo mas por enquanto "tá-se bem" eheheh Abraço

      Eliminar
  4. Na vida as coisas tem tendência para ser assim!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  5. O FB ainda não me ganhou... nos blogs somos mais nós, interiormente, o que pensamos, sentimos, aquilo que nos caracteriza. No FB é fachada, é o rosto que nos espelha. Vê-se, sabe-se a vida de todos e não se conhece ninguém.

    Mas isto sou eu a divagar, e eu sou estranha... :)

    ResponderEliminar
  6. Ola, Ana!

    Não tenho Facebook, por opção, tal como não aderi ao Google+. Gosto mto mais de blogues, sem dúvida. Essa do "like", não me conquistou, nem conquistará, acho eu.

    Uma tarde com sol, k é o k em Portugal Continental não há (não sei como estão "as coisa" nos Al garbes").

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui o tempo não está melhor Céu. Frio e às vezes chove. Ai quase já tenho saudades do verão ehehe. Beijinhos

      Eliminar
  7. "Começaria tudo outra vez,/ Se preciso fosse, meu amor..." Mas não se preocupe, essa deserção deve ter-lhe bem. Você deve ter aproveitado a folga que FB dá para colocar muitos figos na cesta...
    Vou acompanhar o seus passos por aqui para vê-la catando os figos (rs).
    beijo,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá José Carlos! Bem-vindo ao meu blog. Há tempo para tudo. Tempo para plantar e tempo para colher. rsrs
      Beijos

      Eliminar
  8. Então seja bem vinda.

    Isabel Sá
    htttps:brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Tens que fazer uma página para o blog...

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  10. Eu prefiro o blog ao FB, de longe.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Olá Ana,
    interessante eu chegar aqui na hora do seu "regresso". Calhou ;)
    O FB terá suas vantagens em determinadas situações, como tudo. Cada um veste o que lhe cai bem. Mas sem dúvida, a vida é feita de escolhas, mudanças e ajustes.

    bj amg

    ResponderEliminar