sábado, 18 de abril de 2015

Qual é o segredo?


O meu regresso - a passo de caracol - pelo mundo dos blogs, veio-me trazer de novo a velha dúvida cruel: afinal, o que faz um post (texto ou artigo como quiserem chamar) apelativo? Tem de ser engraçado? tem de ser crítico? tem de ser cruel? um poema pode ter mais comentários do que uma prosa? precisa ser grande ou preferem curto? 
Digam de vossa justiça o que pensam!

7 comentários:

  1. Eu gostava de lhe saber responder. Mas cada leitor é diferente entre si. Há quem só vá a blogues de poesia, e quem prefira prosa. Mas o texto ou poema, podem ser a oitava maravilha, se não se aparece nas pesquisas é difícil ter leitores. Neste blogue,
    http://www.elainegaspareto.com/ encontra muitas dicas sobre o assunto. E já agora uma pergunta. Não tem página no google+? É excelente para divulgar o blogue.
    Um abraço e bom fim de semana


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Elvira. Tenho o google+. Já adicionei o blog lá mas não sei se o fiz de forma correta.
      Boa semana!

      Eliminar
  2. Eis um dos grandes mistérios, ainda estou a tentar descobrir o que é que torna um post apelativo!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  3. Para mim, o blog é coisa pessoal.
    Deve ser escrito como se mais ninguém fosse ler a não ser se tiver objetivos comerciais.

    Gosto da diversidade e do cunho pessoal de cada um.

    Um post interessante é o que nos diz algo e até nos identificamos pela positiva ou negativa.

    Sê tu própria.

    De qualquer das formas nunca se pode agradar a gregos e troianos.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Oi, Ana,

    Quando tiver um tempinho disponível, visite o site: www.diversosafins.com.br
    Trata-se de uma revista de Literatura on line. Nela você encontrará alguns poemas com a minha assinatura.
    Independente dos meus poemas, acho que vale a pena conferir.

    beijo,

    José Carlos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ok José Carlos. Vou dar uma olhada no site :)
      Beijos

      Eliminar
  5. Escrevas o que escreveres, escreve com o coração, é o mais importante.

    ResponderEliminar