segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Teste de Personalidade: Quem é você?


Vocês sabem que eu adoro testes e desta vez encontrei neste site, um engraçado. São 40 perguntas e o meu resultado não me surpreendeu:

Sou consciente: Trabalhadora, responsável, organizada, pontual e ambiciosa.
Tirando o ambiciosa, confere!

Sou reservada: Tímida, quieta, insensível (?) e discreta.
Ah quer dizer que se uma pessoa não anda por aí a pavonear-se é insensível?

Sou agradável: Piedosa, confiável, generosa, tolerante e cortês. 
Deixei de ser insensível e passei a piedosa. A coisa melhorou...

Sou liberal: imaginativa, curiosa, original, liberal e gosto de variedade (?)
Epa, epa, epa. Liberal? como assim? Gosto de variedade? ui é melhor não comentar... ahahaha


Sou instável e constante: sou tensa, instável auto-piedosa e emocional mas também sou constante, racional, tranquila e satisfeita.

Pronto, destruí o teste de vez. como não sabiam onde encaixar-me, dividiram a categoria. A boa noticia é que não sou insensível. Agora sou emocional! ai nao caibo em mim de tanta emoção.

Basicamente, tenho o poder de baralhar qualquer teste...

15 comentários:

  1. Ahahaha! Se o teste fosse humano, e raciocinasse, tinha ficado doido consigo.
    Um abraço e uma boa semana, Princesa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ah pois é! Sou capaz de levar qualquer pessoa à loucura. O teste só teve um cheirinho dos meus poderes destruidores. ahahaha
      Abraço Elvira

      Eliminar
  2. O teu olhar derrete qualquer pedra de gelo, Ana!
    Para que servem os testes, se em vão a gente já se interroga?
    Beijos, Ana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah é mesmo. O meu olhar derrete qualquer iceberg mas é melhor não dizer a muita gente senão ainda me culpa pela subida das ondas do mar e depois qualquer diluviozinho que aconteça, a culpa é minha ahahaha.
      Os testes são só para passar tempo mesmo. Não existe uma base cientifica nisso.
      Beijos Carlos!

      Eliminar
  3. Ora, e cá está o novo post. Já visitei o site que tu aqui indicas e já fiz o teste, tb. Qto aos resultados do teu, parecem-me contraditórios. Bem sei, que isto nada tem de científico, é como os signos, mas alguma coisa ha de bater certa.
    Não te conheço, mas acho-te uma mulher de "fases", como a lua. Tens dias, com o diz o outro! De qualquer forma, se és emocional, então, tem cuidado com o teu coração, pke só tens um, embora o transplante cardíaco seja banalíssimo nos tempos k correm.

    Qto aos resultados do meu teste. Não te digo! Gostaria que tu te pusesses a adivinhar.
    Depois, respondo-te com a máxima sinceridade. Pensa com calma. Amanhã ou depois volto cá.

    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, acho que sou de luas e fico facilmente influenciada pelo ambiente que me rodeia. Se as pessoas à minha volta estão contentes, eu fico contente mas se não estiverem eu desanimo também.

      Ui um desafio!
      Não é preciso pensar muito. Acho que o teu teste dará o oposto do meu eheheh
      És extrovertida, independente, constante, liberal pois claro e bagunceira porque deves por a casa de pernas para o ar quando é preciso ahahah.
      Acertei?

      Beijos

      Eliminar
    2. Pronto, qto ao teu caráter acertei, satisfatoriamente.

      Vou dizer-te o resultado do teste e k corresponde, exatamente, à verdade e àquilo k sou: INTROVERTIDA, CONSTANTE, CONSERVADORA, POUCO LIBERAL INDEPENDENTE E NA DESARRUMAÇÃO (bagunça) nem um bolinha.
      Ponho a casa de pernas para o ar, qdo tenho de a limpar, apenas e só. Se falam alto, berram, eu olho as pessoas, fito-as, e nem uma sílaba profiro: ficam a falar sozinhos, o k irrita e incha a situação.

      A minha mãe, k era mto extrovertida, e qdo ralhava comigo, por qualquer disparate k eu tivesse feito, queria k eu contrapusesse, que lhe respondesse, que dissesse alguma coisa, mas eu ZERO, não tugia, nem mugia. Ela ficava ainda mais furiosa, pke sabia que eu conseguia colocar a ela e a todos os k me rodeavam ainda mais furibundos.

      Não sou nada orgulhosa, por isso, rebaixo-me uma vez, duas vezes, mas depois, coloco-me no "cimo" da pirâmide e já nem sei o nome da pessoa. A minha mente e coração fecham-se para sempre.

      Beijos e boa semana!

      Eliminar
    3. Ai as mães extrovertidas acham que somos um bicho estranho porque não temos a mesma facilidade em falar com os outros como elas têm. A minha também é assim. Até que enfim temos alguma coisa em comum! ahaha

      Agora introvertida? conservadora? pouco liberal? nunca pensei! ahahaha

      Beijos e boa semana

      Eliminar
    4. Olha, as mães têm sempre razão e ninguém melhor que elas nos conhece.

      Sabes, Ana, "o que parece, não é", e o contrário também pode ser verdadeiro.
      O que te leva a pensar que sou "pra frentex", em muitos aspetos é a temática do meu blogue e os comentários k, por vezes, faço.
      Além disso, deixa-me dizer-te que frequentei o curso de Direito, um ano, mas depois achei-o "torto" pra mim.
      No ano seguinte ingressei em História, já noutra faculdade, visto k as nucleares necessárias e exigidas eram as mesmas e fiz a licenciatura em História, mas a de cinco anos, mais estágio de 2 anos, mtas vezes assistido, e depois o Mestrado. A meio do curso de História e como tinha já feito várias cadeiras de Português, não exigidas, e que era a disciplina onde tinha melhores notas, resolvi fazer um requerimento ao Reitor da minha faculdade, Letras, pedindo se poderia frequentar, simultaneamente o curso de Línguas e Literaturas Modernas, variante Francês, preferencialmente. Esperei pela resposta e ela veio positiva. E pronto com três anos mais, concluí outra licenciatura, seguida de estágio, logicamente. Mas, como sempre me interessei pela parte psicológica das pessoas, fiz no tal estágio, e à parte, por minha vontade, cadeiras de Psicologia Geral, Comportamental e Didática (após pedido escrito meu), na Universidade Aberta, k não me eram pedidas, mas eu achava-as necessárias para entender as "coisas". Fiz dois anos de Psicologia e só não fiz o curso todo, com pés e cabeça, melhor dizendo, pke me era exigida a cadeira de matemática, da qual me tinha livrado no 9º ano.
      Duas vias possíveis: Ensino e Recursos Humanos. Perfeito! E com tanto curso e recurso até me esqueci de namorar e foi quase aos 30 anos, k isso aconteceu.

      Olha só o k ficaste, hoje, a saber de mim!

      Beijos.

      Eliminar
    5. É verdade Céu. O que vemos nos blogs podem dar uma ideia completamente diferente daquilo que somos.

      Olhá é bom mudar. Afinal, a profissão que vamos ter, deve ser do nosso gosto independentemente de ser bem paga ou não. Há sempre tempo para mudar de ideias e fazer a escolha certa.

      A psicologia é uma área interessante!
      Eu sou tão tímida (e não ligam minimamente ao que pensam sobre mim) que já me mandaram a um psicólogo porque achavam que era reservada demais. O psicólogo concluiu que não era defeito, era feitio ahahaha

      Curiosamente, os blogs serviram para abrir-me mais. Como passei a falar com pessoas que não conheço de lado nenhum no mundo virtual, a interacção com pessoas ao vivo no mundo real tornou-se mais fácil.

      Pronto, assim também ficaste a saber mais coisas sobre mim ahaha
      Beijos

      Eliminar
  4. Muito interessante! Vou ter que fazer o meu teste!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  5. Isto é tipo 'uma no cravo, outra na ferradura?' Ai ai....
    Fiquei curioso e vou tentar fazer o teste
    (vai ser bonito vai)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece que sim. Mas é divertido ver os resultados que às vezes passam completamente ao lado! ahaha

      Eliminar
  6. Estes testes nem sempre têm base ciêntifica.

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Nunca fui muito de ligar a este tipo de testes, normalmente faço-os, mas não ligo aos resultados que por vezes são verdadeiros, e outras não.

    ResponderEliminar