terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Deus existe!


"Como explicar a massa negra que envolve o universo e faz nossos astronautas flutuarem? Como explicar a formação de algo que está além da compreensão do homem?. Dependendo do pólo de atracção, um determinado átomo pode atrair outro e, assim, Deus e ciência também se atraem. “E, se a ciência tem a capacidade de atrair algo, esse algo inexoravelmente existe”. - Michael Heller.


A "Teologia da Ciência" de Michael Heller, visa mostrar, com base cientifica, que Deus existe e é o responsável por tudo. Se os cientistas acham que o big bang foi o começo, Heller dá um passo atrás e pensa: mas afinal quem criou o big bang? como foi formado? É aí que Deus entra porque ninguém consegue explicar a origem do universo. E tudo o que não pode ser explicado cientificamente, só pode ter um motivo: Deus.

Ok, esta batalha interminável entre crentes e ateus não vai acabar nunca. Os crentes tentam mostrar das mais variadas formas que Deus existe. Os ateus acham que essas explicações são uma parvoíce. Um lado e outro são radicais e não cedem um milímetro. O que importa é respeitar as crenças (ou a falta delas) de cada um. Sem humilhar, denegrir ou rebaixar o outro lado. Afinal, quem faz o bem mesmo que não acredite Nele, já tem um pouco Dele dentro de si.

15 comentários:

  1. Eu acredito que Deus existe, independentemente do que diz a ciência.
    Mas isso só me interessa a mim, respeito todas as crenças e acho que tenho o direito a exigir que respeitam a minha.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acima de tudo é preciso respeito!
      Abraço Elvira

      Eliminar
  2. Se Deus existe ou não... sinceramente não sei responder, mas também acredito que a ciência ainda hoje não tem resposta para tudo.
    Tudo isto é demasiado belo e inexplicável para ter... explicação. Aproveitemos o que de bom nos dá, independentemente daquilo que acreditamos ou não.
    Gostei do post!
    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. juntar a ciência e a religião...porque não? ehehe
      tudo de bom pra ti :)

      Eliminar
  3. Olá, Aninhas!

    Como sabes sou cristã católica, pouco praticante e reconhecedora dos disparates e crueldades que a minha igreja tem praticado ao longo dos tempos. Eu não sou do tipo: "quem feio o ama, bonito lhe parece", não, não sou mesmo e portanto os meus olhos não veem só em frente, veem em ângulo raso (360ºg). Creio k esta minha qualidade, é já de família, pke a minha avó materna que teve filhos e filhas, dizia-lhes quem tinha melhor feitio, quem era mais feio ou mais bonito, etc. portanto, eles e elas sabiam aquilo que valiam, mas amava-os a todos, por igual.

    Gostei mto do artigo que transcreveste e escreveste, e até entendo os dois lados da questão, mas houve um princípio, algo ou alguém que deu origem a todas as coisas. E para mim chama-se DEUS.

    Beijinhos e vai dando, de vez em qdo, um ar da tua graça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A tua avó devia ser bem engraçada. eu também acho que as pessoas não são perfeitas (o meu filho não é o mais lindo do mundo só porque é meu, o meu marido não é o mais lindo do mundo só porque é meu, etc) mas nem por isso deixamos de amá-las.

      Eu acredito que houve uma origem de tudo e algum dia, quem sabe, os cientistas possam dar o braço a torcer e acreditem que Deus não pode ser visto ao microscópio mas sim sentido.
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Olá, Ana!

      Qdo foste a minha "casa", nem dei por ti. Eu sei, pke tu dizes, k és tímida, mas podias tocar à "campainha", pelo menos. Bem, mas eu já aqui estou para dois dedos de conversa.

      Olha, não cheguei a conhecer a minha avó materna, mas pelas descrições feitas pela minha mãe e tias, ela era alta, nem gorda nem magra, cabelos e olhos castanhos e tinha, era dona de uma horta numa grande propriedade. Era mto decidida, só receava a força e o poder de Deus e dizia que gostaria de ir para a tropa como os rapazes ou então ser chefe da Polícia Judiciária ("tás" a ver o estilo, não estás?).

      Exatamente, assim. Podemos gostar muto da pessoa "X" ou "Y", mas há k reconhecer defeitos e virtudes. O teu filho é a pessoa mais importante da tua vida, pke as mães normais são todas babosas, "cegas" pelos filhos. O teu marido, pois... Vasco Santana dizia no filme: "Chapéus há muitos, seu palerma", pronto, fiz o raciocínio.

      Completamente de acordo. Um dia, que espero já não ser no meu tempo, ELE mostrará a Sua grandeza, força e poder.

      Beijinhos e bom domingo.

      Eliminar
    3. Ah malvada. Pois eu tinha comentado mas no meio de tanto comentário por lá, é normal que o meu passe despercebido ahahaha.
      Eu não tenho marido nem filhos. Só fiz uma comparação. E pelo andar da carruagem, é coisa que não vai aparecer tão cedo ahahaha.
      Olha a tua avó devia ser engraçada. As mulheres despachadas, estão muito à frente do seu tempo. Não se deixam mandar por ninguém e ai do homem que lhes queira dar ordens! deviam ser todas assim! ahaha

      Concordo contigo. Um dia Ele vai surgir em grande e calará muitas bocas!
      Beijinhos e bom domingo

      Eliminar
    4. Então, quantas vezes clicaste no rato do computador, miúda? Já viste que a tua resposta saiu em duplicado? Ó Ana, elimina lá uma, aconselho-te! A mim, faz-me imensa
      impressão ver comentários em duplicado e triplicado, tal como comentário retirado pelo autor ou administrador do blogue, acho que a "coisa" fica inestética. Entendes?Bem, mas eu sou do signo Virgem, portanto está explicada a minha "síndrome de perfeição e limpeza", maníaca e depressiva (por caso, não sou nada dada a esse tipo de "eventos" da alma). Há uns tempos disse isto mesmo a um/a blogueiro/a e a resposta foi: não faz mal, assim até parece que tenho mais comentários, portanto, não apago o que está repetido. Pronto, há quem goste de ilusões. Tenho e devo aceitar.

      Mas tu pensas que, por entre tanto comentário que tenho no blogue, não sei que tu já tinhas comentado este poema?
      Claro que sei k já o fizeste, mas já k lá foste, ontem, podias ter deixado um "olá" ou um "olé", como preferisses, pke eu dava-te "troco", como dou a toda a gente, homem ou mulher, como já te apercebeste. Eu acho que a minha interação com os blogueiros, tanto do sexo feminino, qto do masculino, é como os Impérios, ou seja, começam, criam a sua "base", depois começam a "estender-se", a "esticarem-se", a aumentar, e posteriormente, por um ou outro motivo, descambam, caem a pique. Evidente que não estou a fugir com o "rabo à seringa", pke eu tb tenho "culpas no cartório", mas qdo tal acontece eu PEÇO DESCULPA, mas há pessoas que têm "palavra de rei ou rainha", como costumo dizer. Enfim, por cada um/a que "cai", dois/duas se levantam.

      Bem me parecia. Fazes tu muitoooooooooooooooooo bem! Filhos, não tenho, por opção, nem senti nem sinto a mínima necessidade de os ter e nem pena de não ter sido mãe. Se a minha mãe lesse isto, respondia-me já: "que Deus te dê trigémeos! Adorava ter sido avó, eu sei! Não lhe fiz essa vontade, é verdade, mas tivemos uma excelente relação mãe-filha, com imenso à vontade e "confissões" de ambas as partes.

      Qto a homens, pois, Ana, sou mto pouca "rodada" no assunto (quem diria, pensa a Ana), mas digo-te, aconselho-te a que não desças, mantem-te firme e determinada, e se "descambares", ligeiramente, que seja com alguém de nível e de boa formação.

      VALORIZA-TE! É MUITO FÁCIL DEPOIS ELES SABEREM DISTINGUIR O TRIGO DO JOIO. E COMO ELES LUTAM E FICAM EMBEIÇADOS PELO "TRIGO"!

      A minha avó materna, a "tal", que casou com 20 anos e só conheceu, sentimental e fisicamente UM HOMEM, o meu avô, dizia muitas vezes o seguinte: se alguma das minhas filhas tiver a POUCA SORTE, A INFELICIDADE de ser, ocasionalmente "Pu.a", que o seja com gente que se "veja", queria ele dizer, gente importante, portanto que seja "Pu.a" Fina. Eu partilho da mesma opinião, tal como a minha mãe, tias e primas.

      PAY ATTENTION, MA CHÉRIE!

      Bisous et bon dimanche.

      Eliminar
    5. Olá Céu!
      Olha eu sou muito distraída e nem tinha reparado no comentário a dobrar. Ainda bem que foi no meu blog porque quando acontece num blog que eu esteja a comentar fico fula!
      Obrigada por me avisares senão eu não tinha reparado mesmooo.
      Sinceramente também detesto quando isso acontece e aqueles comentários removidos pelo autor são muito irritantes. Uma pessoa pensa...mas então, apagou porquê? e agora isto fica assim feio? ai!
      Ainda bem que dá para remediar. Problem solved!

      Por acaso já tinha desconfiado que eras virgem (de signo claro) lol. Estava na duvida entre virgem e capricórnio. É uma mania minha ficar a imaginar o signo das pessoas através do que escrevem ehehe
      Também devo ter qualquer coisa de virgem porque detesto desarrumações.

      Olha concordo com a tua avó. Se é para andar no mau caminho, ao menos que traga grandes benefícios porque p*** pobre é uma tristeza ahahaha

      Então és cá das minhas. Nunca senti o menor desejo de ser mãe e não me faz a menor impressão quando as mulheres dizem o mesmo. Hoje em dia as mulheres são cada vez mais independentes mas as que fogem ao comum (marido e filhos) são olhadas com estranheza como se fossem extraterrestres!

      Kisses e bom resto de domingo.

      P.S- A ver se isto não aparece em duplicado lol

      Eliminar
  4. "Deus. Deus existe? Não queremos nem devemos prová-lo. Tentá-lo parecer-nos-ia blasfêmia como negá-lo loucura. Deus vive em nossa consciência, na consciência da humanidade."
    Li esta sabedoria em algum almanaque do Biotônico Fontoura. E nunca a esqueci.
    Acho que valeu a pena, pois a memória não me traiu e a reproduzi na íntegra agora para "ilustrar" (viu, como sou modesto) a tua postagem.
    O autor? Já desarrumei todas as prateleiras e não achei o seu nome. Está perdido nos meus alfarrábios.

    Gostei muito do teu saque lá no meu espaço: "A dança hipnotiza, inebria e vicia". Completarei com a devida vênia: principalmente na horizontal (risos)!
    Beijos, Ana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bonita essa frase Carlos! Procurei na net e é de Giuseppe Mazzini.
      Venias é sempre bom, seja em que posição for. na horizontal, na vertical e assim num momento de loucura vai na diagonal mesmo ahahah
      Beijos

      Eliminar
  5. O meu conceito de Deus é variado. Mas acredito. Acredito em Energia. Há coisas que acontecem de forma milagrosa.

    ResponderEliminar
  6. mesmo, respeitar as crenças dos outros desde que não se metam com a minha familia e amigos, tenho um pouco de receio dessa religião que as mulheres são bichos para bater e fazer passar fome,respeito mas quero distancia.

    ResponderEliminar