quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

A casa misteriosa


Sempre gostei de sonhar. Acordada e a dormir. Acordada, sonho com as coisas que muito provavelmente nunca vou ter como um jeitoso de olhos verdes (ou azuis), o euromilhões, uma casa no meio do nada onde vivo feliz (sem os vizinhos chatos por perto) e dinheiro para gastar quando e onde me apetecer. 
A dormir sonho com as coisas mais estapafúrdias como: fantasmas, et's, ladrões ou assassinos que me querem apanhar. Fujo sempre e com sucesso na maioria das vezes. Como a minha imaginação é muito fértil, se um malfeitor chega perto de mim, trato me de tornar invisível e nada de mal acontece. 
Agora ando a ter um sonho estranho e repetido: vou para uma casa de difícil acesso onde tenho de atravessar um arvoredo imenso que forma um túnel por cima de mim. É difícil passar por lá mas consigo. A "minha" casa está do outro lado da ribeira e procuro o caminho de acesso. Quando finalmente entro, vejo o chão e uma escada de madeira. Nota-se que é uma casa antiga mas bem conservada. Não tem muita mobília e a iluminação é fraca. Não sei onde fica mas gosto de lá estar.