segunda-feira, 28 de março de 2016

Atira-te ao mar e... vai atrás do barco!


A noticia cómico-quase-trágica do dia, senão mesmo do mês, é a da senhora inglesa que após perder o barco e o avião de regresso a casa (um azar nunca vem só), acaba por escolher ir a nado! Para quem não acompanhou as noticias, passo a explicar:
Um casal de idosos, igual a tantos outros que visitam a ilha, decide vir a terra para apreciar a paisagem. Tudo corria bem, até que o casal discute... vai-se lá saber porquê. O senhor revoltado com a esposa, decide que não quer ir mais de barco com ela, pega nas malinhas e parte para o aeroporto. A senhora vai atrás dele. A dado momento, a mulher perde o marido de vista e para mal dos seus pecados, vê o barco no qual chegaram ir embora. O tico e teco da mulher entram em curto-circuito e pensam: queres ver que o desgraçado deixou-me aqui sozinha e foi embora no barco? 
Ora bem, a idosa num momento de insanidade (esperemos que temporária) atira-se ao mar, vestida e agarrada na malinha de mão e ainda acredita que consegue alcançar o barco. Obviamente esse ato insano não dá resultado e após 4 horas no mar e 500 metros percorridos, a mulher de 65 anos perde as forças. 
Já passava da meia-noite quando três amigos pescadores, estavam no seu barquinho a tentar apanhar qualquer coisinha para o almoço do dia seguinte. De repente, ouvem uns gritos assustadores e eles param o motor do barco para ouvir melhor. Quando aproximam-se do som terrivel, percebem que não é uma sereia, nem uma baleia ou um tubarão agoniado mas sim uma senhora idosa a pedir "help me!". Logo, trataram de salvar a senhora que mais parecia um cadáver depois de tantas horas na agua.
E o marido da senhora? Parece que já estava sentadinho no sofá a ver as noticias bem descansado da vida.
Que rica pescaria hein?!